BLOG DO SIMON

Honda faz recall por problemas em airbags. Um risco que pode ser fatal

Honda faz recall por problemas em airbags. Um risco que pode ser fatal

Demorou um tempo para a Honda Motor Co. reconhecer o alcance do seu problema com infladores de airbag. Mas depois de começar a enviar recalls, a empresa liderou o caminho para encontrar veículos afetados e conseguir que seus donos busquem reparos.

A montadora empregou uma série de iniciativas inovadoras para localizar os milhões de infladores potencialmente mortais que ainda precisam ser substituídos.

Ela alinhou agressivamente os fornecedores, para construir um inventário suficiente de infladores para reparos necessários, enquanto a escassez entre concorrentes muitas vezes força as pessoas a esperar meses para um conserto.

A Honda também se associou com os estados para inspeções de veículos encapsulados e realizou visitas domiciliares para notificar as pessoas de que seus veículos têm um defeito grave.

Jason Levine, diretor executivo do Centro de Segurança Automática, disse que a Honda deveria ser aplaudida por seus esforços agora, ”mas se eles não estivessem em negação sobre o problema quando foi chamado pela primeira vez para a sua atenção, teria havido menos necessidade de tomar medidas extraordinárias", disse ele.

A Honda retardou o recall. O regulador federal de segurança NHTSA rejeitou recentemente uma petição da Ford Motor Co. para atrasar a retirada de cerca de 3 milhões de veículos com infladores de airbag potencialmente defeituosos para realizar testes adicionais, bem como o pedido da Mazda cobrindo 6 mil veículos.

No mínimo, as montadoras são obrigadas a notificar os proprietários de veículos de uma remessa pelo correio. Mas as empresas podem fazer mais, como pesquisar bancos de dados para identificar proprietários não originais, fazer chamadas telefônicas, alertar os proprietários através de mídias sociais ou publicidade e oferecer aluguel de carros até que as peças de reposição estejam disponíveis.

A empresa tem um grande incentivo para cuidar do problema - todas as 18 mortes em todo o mundo a estão ligadas aos airbags que estavam em Hondas.

A montadora tem o maior número de veículos afetados porque foi a primeira, em 16 anos, a adotar infladores de dois estágios, projetados para fazer airbags a diferentes velocidades dependendo das circunstâncias,

Veja Também

  • Uma nova lei que torna ilegal que qualquer pessoa em um carro fume, enquanto uma criança está presente, entrou em vigor na capital do Havaí.

    A proibição vai além, pois não permite também o uso de cigarro eletrônico, enquanto um menor estiver no veículo.

    O pr... Ler mais

  • Com a temporada de furacões (de junho a 30 de novembro) em pleno andamento, você pode estar se perguntando qual cobertura de seguro de carro você precisa para cobrir danos ao seu veículo contra tempestades severas.

    Coberturas abrangentes são necessárias como parte da sua apólice de seguro de carro, se você quiser que sua seguradora de automóveis pague pelo rep... Ler mais

Comentários